Direções

Hábitos de Consumo de Moda – Por Evelyn Bonorino

Publicado em: 01/03/2012

   



Foi no final do século XX que começamos a falar muito das mudanças dos hábitos do consumo de moda. Parece que o início de um novo século foi o marco para revelar as diferentes formas de adotar um produto. Varias tendências emergiram, tais como o neoconservadorismo e o hiperealismo, o primeiro negando o mundo atual e segundo reverenciando a liberdade total.

Extremos vividos por um mesmo consumidor deixaram varejistas atormentados tentando entender o que o seu cliente buscava ao olhar seus anúncios e vitrines. Aos poucos todos foram se acostumando ao consumo que chamo de plural e que acredito ser o reflexo do boom da avalanche de informações vinda da internet. Hoje, resumindo o efeito da globalização penso nas palavras EXPERIMENTAÇÃO e ESCOLHAS. E são essas palavras que direcionam a minha reflexão sobre como lidar com todo esse movimento social.

A moda é de certa forma privilegiada quando entende e assume que a sua essência é cíclica, isto é, faz parte do seu show cultuar o novo. Acredito que varejistas devam administrar tal movimento adotando duas distintas ações na sua linha de produção. A primeira é aumentar substancialmente o processo criativo, isto é, diferenciação plena nos produtos, (chega de CTRL + C e CTRL + V) e, em segundo lugar, reduzir a grade por modelo e cor, pois só assim, o consumidor pode voltar a ter a sensação de exclusividade.

Na verdade tal movimento e atitude vão permitir elevar a busca pela novidade, ingrediente perfeito para manter aceso o interesse por uma determinada marca.

Entre em contato pelo e-mail: contato@evelynb.com.br

Comente esta publicação:

Nome:
Mensagem: