Direções

Varejo de Moda - Tendências e Práticas do Consumidor – Por Evelyn Bonorino

Publicado em: 15/10/2013

   


Atualmente o consumidor escolhe o quer usar pelo que pensa de si mesmo, e de como quer ser visto e percebido no grupo social e profissional a que pertence. Baseado nesse desejo procura garantir de forma singular a própria essência através da construção de uma imagem autoral e comunicativa. É seletivo e não quer perder tempo procurando as coisas que deseja consumir. Deseja informações e referências que pré-selecionem as melhores opções para ele. O consumidor atual valoriza menos a propaganda direta, ouve mais indicações de amigos e ainda compra motivado pela tentativa de se sentir parte de uma comunidade.

Ele busca fazer experimentações constantes, além de fazer parte do processo criativo do produto. Entende e deseja que a aquisição de um produto, principalmente os de moda, que tenham semelhança com os seus entretenimentos pessoais, tais como, ir ao cinema, a um concerto ou visitar uma galeria de arte.


Outro fato relevante no consumo de moda, que vem se destacando nas avaliações do processo é o fato que consumidores, ao investirem num produto novo, descobre-se diferente daquele no qual sua rotina o havia convertido. Fica claro que suas projeções e aspirações se expandem no contato com produtos e serviços, o que completa o processo de construção da sua aparência social e profissional. Enfim, hoje ele é menos resistente e altamente curioso.


A experiência de compra não é mais uma tarefa funcional. O consumidor já não deseja que as empresas/marcas venham com soluções e só aceitam o que vier contribuir com sua experiência de mundo.

No seu papel individualista e de criador das suas próprias tendências, os consumidores atuais exigem uma maior diversidade de escolha e uma maior rotatividade de produtos.

Eles se sentem cada vez mais atraídos por ambientes de lojas que projetem uma atmosfera variada ao invés de lojas que criam ambientes de quase adoração à marca.


Ao mesmo tempo em que os consumidores atuais são mais influentes e mais informados, eles também se sentem sufocados pelo excesso de escolhas e informações.

O consumidor está mais consciente de seus direitos e busca a melhor relação custo-benefício nos produtos que pretende comprar. Ele valoriza muito a sensação de estar sendo compreendido pela marca.

O consumidor entende que, ao reconhecer o bem que determinado produto trará para sua vida e sociedade, relevará questões relacionadas ao seu custo. Em um futuro bem próximo o consumidor exigirá dos produtos uma real FUNCIONALIDADE, pois assim acredita que estará praticando PONDERAÇÃO e reconhecendo o BENEFÍCIO do que pretende adquirir.

O maior desafio do VAREJO DE MODA no atendimento e entendimento desse consumidor é filtrar todas as novidades oferecidas, e moldar para o seu segmento, com linguagem adequada e com ações em total convergência.


Analisar tendências sócio-comportamentais representa abrir os olhos para o que o mercado é, e o que o mercado anseia. Representa entrar na mente de cada ser individualmente e descobrir que formas o inconsciente coletivo pode tomar. A decisão e captação relevantes ao desenvolvimento de produtos estão presentes nas ações cotidianas mais frequentes, onde devemos decodificar a cultura.

ONTEM, o consumidor tinha POUCAS ofertas, informações e concorrência. HOJE, o consumidor tem MUITAS ofertas, informações e concorrência. Os paradigmas estão caindo, permitindo assim, que haja diversas manifestações de comportamento no de consumo de moda.

Nossa empresa está pronta para orientar a sua a marca a fazer diferença no mercado.

Entre em contato pelo e-mail: contato@evelynb.com.br

Comente esta publicação:

Nome:
Mensagem: