A Atelier Versace não frequentava o line-up da Semana de Alta-Costura de Paris desde 2004. Portanto, Donatella organizou uma apresentação em janeiro para marcar a volta da linha de Alta Costura da marca às passarelas. Agora, a grife promete um superdesfile pra apresentar a coleção de outono-inverno 2012/13 no dia 01/07, no Salão Vendôme do Hotel Ritz Paris, palco do último desfile de seu irmão Gianni Versace, em 1997, mesmo ano de sua morte.

Imagem do desfile da coleção de alta-costura da Versace pra primavera-verão 2012

Donatella se mostrou emocionada com a volta: “é com emoção tremenda que eu volto para o Ritz, onde eu compartilhei tantos momentos especiais com meu irmão”, declarou. O Hotel Ritz fechará por dois anos para reforma, por isso, esse desfile se torna ainda mais especial, pois deve ser o último evento no local antes da restauração.

 

Compartilhe:

    Devido ao sucesso referente a editoriais para a Vogue, Dazed & Confused, W magazine, i-D, Visionaire e Pirelli, assim como projetos de moda para Christian Dior, Alexander McQueen, Calvin Klein e Yves saint Laurent; o fotógrafo Nick Knight divulgou o lançamento de seu livro denominado: Stylists- New Fashion Visionaries.

    Concebido pela ex- editora criativa da Harper’s Bazaar, Katie Baron, o livro desafia as regras convencionais de beleza, demonstrando através de 200 laudas, como um stylist pode modificar a nossa visão do mundo, enfatizando nomes requisitados no mundo da moda, tais como Anna Dello Russo, Francesca Burns, Katie Grand, Nicola Formichetti e Sophia Neophitou.

    Visite o site amazon.com para adquirir o livro ‘Stylists: New Fashion Visionaries’ por U$ 32,00.

    Compartilhe:

      Natasha Poly aparece multicolorida em novo editorial da Vogue Francesa, na edição de maio de 2012. Fotografada por Mario Sorrenti, a top se destaca pela maquiagem super futurista e a explosão de cores que a envolve.

       

      Compartilhe:

        A revista Elle Brasil tinha tudo para celebrar a edição do seu 24° aniversário, com muita euforia, mas isso não aconteceu! A top canadense, Coco Rocha, foi convidada para ser capa da edição comemorativa, fotografada através das lentes de Max Abadian, em Nova York . 

        Rocha usou um vestido lindo e transparente assinado por Julien Macdonald para estrelar a capa da edição de maio, mas pelo que ela divulgou em seu blog esta semana, não ficou  satisfeita com o resultado final do trabalho.  

        Coco Rocha alega que a foto da capa foi alterada no Photoshop apagando o body que usava por debaixo do vestido, dando a impressão que estava seminua: “…Dá a impressão que eu estava mostrando mais pele do que estou, ou alguma vez estive confortável em mostrar. Isso foi feito contra a minha vontade verbal e escrita à equipe inteira. Estou muito desapontada que os meus desejos e contratos tenham sido ignorados…”, declarou Rocha. 

        A modelo canadense é membro da Model Alliance – organização em prol dos direitos da profissão de modelo – e teve o apoio de Susan Scafidi, professora de Direito de Moda e fundadora do Fordham University ´s Fashion Law Institute. Scafidi  declarou ao  site  Fashionologie que Coco Rocha pode processar a Elle Brasil por quebra de contrato, já que a política da top sempre foi contra a total ou parcial nudez .  

        Por essa, ninguém esperava!

         

        Compartilhe:

          Após ser o vencedor do CFDA / Vogue Fashion Fund, projeto criado para apoiar novos designers norte-americanos, Joseph Altuzarra fez sua primeira colaboração para a marca J. Crew.

           

          Inspirado por Brigite Bardot,  St Tropez e todo o clima francês descontraído, Altuzarra criou camisas xadrez, saias lápis, vestidos ladylike e malhas listradas.”Tudo o que você usaria na Riviera Francesa”, diz ele.

          A coleção tem preços de U$85 (uma blusa de malha) a U$345 (espadrille). A próxima colaboradora para a marca será a designer de jóias Pamela Love, com sua estreia marcada para 14 de maio.

           

          Compartilhe:

            Querelle Jansen para Givenchy

            abril 26th, 2012 | Posted by Juliana Harb in Beleza | Campanhas - (0 Comments)

            Querelle Jansen é a garota-propaganda da Givenchy, na campanha para o outono/inverno 2012, da coleção de maquiagem “Acoustic Colors”. Tons escuros, principalmente o preto, são a inspiração da marca para a estação. A top foi fotografada por Willy Vanderperre . 

            Compartilhe:

              Para esse inverno, uma das tendências que vimos nas passarelas é puro fetiche. Looks total black, com muitas transparências, cintura bem marcada e ombros destacados. Os comprimentos são na altura do joelho, ou longos esvoaçantes. Há muita renda, lã e couro. Os metalizados também entram pra completar o clima fetichista dessa temporada.

               

              Compartilhe:

                 

                A designer e stylist cubana-americana Isabel Toledo se juntou ao seu marido, Ruben Toledo, e criou o livro Roots of Style: Weaving Together Life and Fashion.

                O livro celebra a vida da criadora, com textos de sua autoria e ilustrações feitas por Ruben. Em 384 páginas, a obra conta o percurso de Isabel, indo desde a sua infância em Cuba, e chegando até o momento mais marcante da sua carreira: a escolha da roupa de Michelle Obama para a tomada de posse de Barack Obama como Presidente dos EUA, tornando Isabel uma das colaboradoras oficiais da primeira-dama.

                Michelle Obama vestida por Isabel Toledo 

                As ilustrações assinadas pelo marido de Isabel, Ruben Toledo

                O livro já foi lançado oficialmente, em Nova York, e se encontra disponível na Amazon por U$ 16.60.

                Compartilhe:

                  O Brasil em Cannes 2012

                  abril 25th, 2012 | Posted by Olga Bon in Moda & Cinema | Notícias - (1 Comments)

                  Entre os assuntos sobre a lista do Festival de Cannes 2012, talvez o motivo de maior comemoração seja o fato de Thierry Frémaux, diretor artístico do festival, ter anunciado que o Brasil será o país de honra deste ano na mostra francesa. Todos os anos em que Frémaux faz esse anuncio, significa que a nação escolhida ganhará uma mostra paralela, fora de concurso, como ocorreu em 2011 com o Egito.

                  Mas a presença do cinema brasileiro em Cannes não pára por ai! A adaptação do livro Na estrada, de Jack Kerouac será um dos candidatos à Palma de Ouro. O filme tem direção de Walter Salles, nosso consagrado diretor e produtor, que carrega no currículo filmes como Central do Brasil, que recebeu ampla aclamação internacional e duas indicações ao Oscar, de Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Atriz para Fernanda Montenegro, Abril Despedaçado, Diários de Motocicleta, Água Negra, entre outros.

                  A Música Segundo Tom Jobim, obra de Nelson Pereira dos Santos, estará presente nas sessões especiais do Festival. A sessão de gala de A música segundo Tom Jobim é a primeira atração dessa homenagem à produção cinematográfica brasileira.

                  Os filmes Xica da SilvaCabra marcado para morrer e Ópera do malandro também serão exibidos em Cannes, que receberá a visita de seus realizadores: Cacá Diegues, Eduardo Coutinho e Ruy Guerra, respectivamente.

                  A mostra Short Film Corner irá trazer um painel de curta-metragens brasileiros.

                  O Festival abrirá no dia 16 de maio com o filme Moonrise Kingdom, de Wes Anderson. O fechamento será no dia 27 com Thérèse Desqueyroux, de Claude Miller, morto no último dia 4 de abril.

                  Compartilhe:

                    Louis Vuitton x Pirataria

                    abril 25th, 2012 | Posted by Juliana Harb in Notícias - (0 Comments)

                    A ITC – United States International Trade Comission (Comissão Internacional do Comércio dos EUA) deu ganho de causa  à Louis Vuitton em um caso contra a falsificação de produtos de sua marca.  Segundo a Maison, algumas empresas americanas especializadas em falsificar produtos de luxo lucram milhões com a importação e a fabricação de artigos LV.

                    De acordo com tal decisão, a agência governamental americana vai fiscalizar e penalizar companhias envolvidas na fabricação e/ou comercialização de mercadorias com a utilização indevida da marca, inclusive as que atuam no espaço virtual ( Ex:  PayPal e eBay ou, no Brasil, Mercado Livre).

                    Valerie Sonnier, diretora global de assuntos ligados à propriedade intelectual da Vuitton ficou satisfeita com a medida e enfatizou: “…nós vamos continuar protegendo nossa marca e nossos consumidores, e preservar os direitos dos designers e artistas”.

                    Compartilhe: