Gloria Coelho

A estilista misturou temas inusitados para criar uma das melhores coleções da temporada: partículas de Deus, L de Luz, as obras geométricas de Sonia Delaunay, Instagram, feminino/masculino e energia do amor. Assim, Gloria Coelho apresentou um inverno bem criativo, com looks geométricos, vestidos leves, recortes, transparência e formas sequinhas.

Alexandre Herchcovitch

 

Depois do verão inspirado em seu ídolo, Boy George, Herchcovitch traz um inverno completamente diferente da coleção anterior. Com looks florais e monocromáticos, o estilista brinca com os volumes e proporções e faz um desfile poético com trilha sonora da banda alemã Einstürzende Neubauten. 

Maria Garcia

De volta às passarelas do SPFW e com apenas 3 semanas para preparar a coleção, a estilista Keka Torello se inspirou no comportamento das pessoas e na Swingging London dos anos 60 para criar o inverno da grife. Um belo retorno para a outra marca de Clô Orozco, que apresentou vestidos fluidos com estampas florais, shapes próximos ao corpo e alfaiataria moderna em veludo e crepe.

Vitorino Campos

O estilista mais jovem do SPFW, Vitorino Campos, escolheu o tema “Zona do Silêncio” para criar o inverno. As formas são retas, com volumes nas mangas, super sofisticadas. A cartela de cores passeia pelo marrom, branco, rosa e tons metálicos. Nos tecidos, sedas de diferentes estruturas.

 R. Rosner

“Se eu fosse Maria Carolina…”

Assim nasceu a coleção de inverno do estilista Rodrigo Rosner, que teria se chamado Maria Carolina se tivesse nascido mulher. A coleção que tem referências barrocas, é cheia de vestidos com rendas e bordados de cristais.

 Forum

A Forum fechou o terceiro dia de desfiles com o tema “Sombra e água fresca”, explorando desenhos de palmeiras, folhagens e cocos. A estamparia é assinada pelo ilustrador Filipe Jardim, pela segunda vez consecutiva. As formas são amplas, e os cumprimentos são bem curtos, ou bem longos. Não existe meio termo. Os materiais são sofisticados, como a lã trabalhada com seda e as rendas tecnológicas.

Compartilhe:

    Segundo o site “E! online”, Robert Pattinson será o novo garoto propaganda da Dior. Estrelando a campanha publícitária para a fragância masculina da grife, o galã da saga Crepúsculo ganhará nada mais, nada menos que 12 milhões de dólares nos próximos 3 anos, segundo seu contrato. Sem dúvidas, essa parceria renderá frutos tanto para a maison quanto para o ator, que pelo quarto ano consecutivo foi eleito o homem mais sexy do mundo, pela revista britânica Glamour.

    O perfume masculino da Dior, será lançado daqui a alguns meses e terá sua venda disponível nas lojas e site da marca.

     

    Compartilhe:

      Hoje é dia de Halloween!

      outubro 31st, 2012 | Posted by Olga Bon in Inspiração - (0 Comments)

      Hoje é 31 de outubro, mais conhecido como Dia das Bruxas. Aquela data em que acontecem inúmeras festas a fantasia e a galera gosta de caprichar no visual. Mas quantas vezes você já viu as mesmas fantasias? Todo ano é uma repetição só. E às vezes a gente quer caprichar, mas falta tempo, criatividade e tempo para ter criatividade!

      Muitas festas com a temática do Halloween já aconteceram, mas muitas ainda vão acontecer no próximo final de semana. E como nós sabemos, a internet nos proporciona coisas maravilhosas, como esses tutoriais de maquiagem para chegar já vencendo o concurso de melhor fantasia! Feliz Dia das Bruxas!

       

      Tutorial meio pirata, meio zumbi

      Inspiração na pop art

      Que tal ir de Van Gogh?

      Uma boa festa de Halloween que se preze, tem que ter alguém de Tim Burton, né?

      E se nenhuma dessas te agradou (difícil, né?) é só ir vasculhando outros vídeos tutoriais! É pra brincar!

      Compartilhe:

        João Pimenta

        João Pimenta pegou a malandragem dos anos 30 e criou uma coleção bastante elegante, com calças mais curtas e pregas inusitadas, utilizando tecidos manuais. Na cartela, tons metálicos ao lado do preto, bege, vinho, marrom e rosa.

        Uma Raquel Davidowicz

        Nesse inverno a estilista não trabalhou um tema específico, dando maior destaque às formas e alfaiataria. O movimento se mistura com as linhas retas e simples, criando uma coleção “viável em todos os sentidos”, como disse Raquel. As cores são sóbrias e os tecidos utilizados são o jacquard, algodão amassado e couro ecológico.

        Samuel Cirnansck

        Samuel Cirnansck se inspirou na rainha-sacerdotiza do Egito Antigo, Nefertiti. Isso já é o suficiente pra perder o fôlego, mas a pequena coleção apresentada pelo estilista deixou todo mundo sem ar, com a riqueza e as formas que exaltam o corpo feminino.

        Lino Villaventura

        Lino Villaventura levou o clima dark para as passarelas, com capuz nos vestidos, maquiagem vampiresca, transparências e uma cartela de cores composta por preto, cinza, roxo, azul e rosa. Muitos vestidos apareceram com cauda, confirmando o retorno da tendência para a moda festa.

        Colcci

        A Colcci levou o tema “Uniforme”, com interpretações bem literais em alguns momentos. O militarismo aparece em shapes sessentinhas e em looks college. Os looks masculinos ganham maior destaque pela originalidade, com referências contemporâneas e sobreposições de bermuda com legging.

         

        Compartilhe:

          A semana de moda em São Paulo começou ontem (segunda-feira) e, entre as várias mudanças envolvendo o evento – tanto a edição de SP quanto a do RJ – uma novidade foi anunciada. Forum, Tufi Duek, Colcci e Triton (todas marcas do grupo AMC têxtil) disponibilizaram uma ferramenta on line em que as pessoas podem fazer reserva das peças da coleção inverno 2013 em tempo real ainda durante a transmissão do evento. As peças só chegam nas lojas a partir de fevereiro, mas a novidade promete agradar aos ansiosos e fãs das marcas.

          Compartilhe:

            A Bottega Venetta lançou o seu primeiro livro para celebrar o artesanato e luxo da  legendária maison. O livro têm inspiração nos princípios fundamentais que nortearam a  Bottega Veneta como uma marca; o artesanato em circulação, design atemporal, materiais de alta qualidade e funcionalidade contemporânea são algumas destas características.

            Cada capítulo do impresso é ilustrado e dedicado a uma categoria diferente de bens de luxo e começa com ensaios de alguns dos escritores mais reconhecidos do mundo. Introduções de Joan Juliet Buck, Tim Blanks, Jay Fielden e Sarah Mower, permitem ao leitor compreender plenamente a beleza e a história de cada uma das  peças clássicas da grife de  bolsas de couro. O livro já está disponível e tem seu preço médio por volta de 100 dólares.

            Compartilhe:

              Osklen

              A Osklen trabalhou com o tema Into the Mountains, quando a sofisticação dos anos 60 de Aspen encontra a rusticidade da Patagônia. O resultado é um inverno com roupas pesadas feitas em lã italiana, pele de ovelha, couro, chamois, neoprene, jacquard de algodão e seda rústica feita em tear artesanal. Na cartela, o preto, off white, carmim, alpaca e dourado apareceram em total harmonia.

              Ronaldo Fraga

              Ronaldo Fraga buscou inspiração no livro “Ô fim do cem, fim…”, que Paulo Marques de Oliveira escreveu com o objetivo de explicar e registrar os fundamentos do mundo. Como já era de se esperar, o estilista apresentou um desfile bem poético, como se contasse uma história através das estampas. Vestidos esvoaçantes e soltos do corpo, apareceram curtos e longos, em seda, linho, moletom, shantung, tule e jacquard.

               Têca por Helô Rocha

              A caça inglesa foi o ponto de partida para a estilista Helô Rocha criar o inverno da Têca. Ao tema, ela acrescentou referências da moda e tradições da Inglaterra nos anos 60, apresentando modelos com silhuetas sessentinhas e  linhas retas. Na cartela, azul marinho, preto, verde esmeralda, off white, bordô, dourado e marrom.

              FH por Fause Haten

              Fause Haten buscou referências nas roupas das patinadoras no gelo, com muito brilho e transparências, trabalhados em recortes estratégicos. Como nos desfiles anteriores, a cartela de cores foi pequena, com preto, branco, rosa choque e vermelho. Na trilha sonora, o estilistas cantou músicas do seu disco, chamado “Vício”.

              Tufi Duek

              A partir do filme “Os Pássaros”, do gênio do suspense Hitchcock, Tufi Duek criou seu inverno com muito couro, malhas de lã, rendas de vários tipos, linho resinado, lã com lurex e penas. A marca já tinha vontade de trabalhar com os anos 50/60 e daí surgiu a inspiração no filme, construindo uma personagem clássica e misteriosa.

              Triton

              A botânica foi o ponto de partida para o inverno da Triton, que também vem com referências militares e formas oversized. A alfaiataria ganha um frescor jovem e vem acompanhada de coletes, minissaias, shorts, fendas e fendas. Tudo isso aparece em lãs metalizadas, jacquard dublado, mini paetês, moletom e sarja em blocos de cinza, verde, azul e vermelho, formando looks monocromáticos – seguindo a tendência das passarelas internacionais.

              Ellus

              Encerrando o primeiro dia de desfiles no Parque Villa Lobos, a Ellus levou o tema “Polícia” para as passarelas com um clima fetichista, através de materiais como o vinil, couro, metal cromado e lã. Nas cores, preto, vermelho, cinza, amarelo e azul formavam looks monocromáticos, reforçando a tendência para a próxima estação.

               

              Compartilhe:

                A última campanha da Harrod’s uniu moda e comida em um resultado delicioso, como mostramos aqui. Para o Natal, o clima é de conto de fadas: as princesas de Disney foram a inspiração das grifes para criar vestidos de gala que estarão nas lojas a partir de novembro. A Branca de Neve veste Oscar de la Renta, Bela veste Valentino, a Bela Adormecida vai de Elie Saab, Roberto Cavalli faz uma perfeita versão moderna da Pocahontas, entre outros nomes. Uma pop-up store temporária também foi aberta, em Londres, para comercializar itens inspirados nas princesas da Walt Disney.

                 

                 

                Compartilhe:

                  O artista James Jean ganhou notoriedade quando criou estampas icônicas de fadas para a Prada Primavera/verão 2008. Agora, ele está de volta com uma coleção especial de acessórios super sonhadora na Lane Crawford Blitz. A coleção “OVM” traz  jóias, lenços, case de iPhone, entre outros itens; em embalagens de estética extravagante. Jean, diz ter se inspirado em uma mulher liberta e dona de um sentimento de fuga. Os desenhos e pinturas de James estarão a disposição de clientes e entusiastas que, quiserem descobrir de onde saiu a inspiração de algum objeto.

                  Um casamento lindo entre moda e arte. Confira!

                  Compartilhe:

                    Primeira Coleção de Courtney Love

                    outubro 26th, 2012 | Posted by Camila Felix in Moda - (0 Comments)

                    Courtney Love divulgou no twitter as imagens da sua primeira coleção, batizada de “Never the Bride”. Love se inspirou na era vitoriana e no grunge para criar a linha que ainda tem um perfume vintage. Segundo ela, todas as roupas são o que ela gostaria de usar quando era mais jovem e que serão vendidas no site Net-à-Porter. Porém, o e-commerce não confirmou essa informação ainda.

                     

                    Compartilhe: