F3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O artista plástico chinês Jody Xiong, conseguiu materializar em sua nova obra o que ocorre com frequência entre as famílias ao redor do mundo, por conta da internet. Com a “Era da Comunicação”, é necessário e inevitável que as pessoas estejam constantemente “in touch”.

E isso é mais que normal, acontece que a internet nos oferece infinitamente mais que isso, com a possibilidade de “viajar o mundo” e obter em segundos todos os tipos de informações sem sair da cadeira, essa ferramenta acaba por se tornar um vício, e muito empolgante, por sinal.

Partindo desse princípio, milhões de pessoas gastam boa parte do seu dia na internet, em casa principalmente, seja trabalhando ou se distraindo. Quando em casa, as longas horas que dedicamos a “navegar” na net, fatalmente abstraímos de nosso convívio familiar.

Com a ideia de expressar essa opinião sobre a desconexão no ambiente afetivo, causada pelo uso excessivo da internet, e o hiato no diálogo com quem dividimos o mesmo espaço físico, Xiong criou “Go Online And Family Is Isolated”, uma instalação de 5 metros, em formato de um teclado com 115 miniaturas feitas a mão, de membros de uma suposta família, onde todos estão isolados em pequenos vidros, condenados a solidão por falta da tradicional comunicação e perda de uma dinâmica espontânea. A instalação de Xiong foi exposta nos maiores museus da China, como Zendai Moma e Duolon Museum of Modern Art.

 

F4

Compartilhe:

    f1

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Foi lançado recentemente pelo Bureau de Estilo Renata Abranchs um manifesto de amor à moda nacional, o #feitonobrasil. Esse movimento, em favor à moda brasileira em todo seu âmbito, tem objetivo incentivar, estimular e unir toda a cadeia produtora e consumidora da moda nacional.

    A indústria têxtil brasileira tem vivido um momento delicado desde a entrada dos produtos asiáticos, com seus preços irrisórios. Como os impostos brasileiros são altíssimos, os produtores brasileiros não conseguem colocar no mercado produtos de qualidade com preços atrativos. Sendo assim já vemos as portas de algumas fábricas se fechando. E vale ressaltar que esse é o segundo setor empregador do país, hoje.

    O movimento conta com ações de mapeamento online e off-line do que é #feitonobrasil, o desenvolvimento de ações criativas, a fim de unir e sensibilizar toda a cadeia do universo da moda, inclusive seus consumidores. Além de disseminar um debate sobre o tema, visando fazer com que nós brasileiros percebam a importância de valorizar o que é nosso.

    Portanto, essa é uma questão de sustentabilidade, todos têm que assumir a responsabilidade de fazer mais #feitonobrasil e consumir #feitonobrasil.

    f2

    Compartilhe:

      O ano de 2014 foi marcado pela comunicação e tecnologia. O que não faltou nesses 365 dias do ano foram meios e motivos para manter as pessoas de todo mundo em contato, das mais variadas formas. Vimos o estouro das redes sociais e aplicativos como Facebook, Instragram, Twitter, Tinder, Vine, e centenas de outros que permitem essa conectividade e interação.

      No top 10 das tendências 2015, está o “Happy for Life” ou “Feliz Pra Sempre”, o aplicativo “responsável” por aumentar a felicidade diária do usuário. Com três frases motivacionais diárias, ele sugere ações para que o indivíduo eleve seu estado de espírito. Frases como:  “Cancele o seu compromisso”, “Diga a ele que o ama”, “Pausa para meditar”,“ Tome um banho demorado” e etc, parecem muito simples, mas com a correria, e a falta de tempo nos dias de hoje, podem até funcionar como um pequeno oráculo. O aplicativo permite que você pontue o quanto aquela ação que você topou fazer, colaborou para o seu percentual de felicidade naquele dia.

       

      X25

       

      X26

       

      Compartilhe:

        Alexander Wang, estilista da Balenciaga, lançou sua primeira coleção própria de denim (jeans), que já chegou criando polêmica. A campanha de lançamento traz a modelo alemã Ana Ewers totalmente nua, tirando uma calça jeans e, em outra foto, a modelo insinua uma masturbação.

        Wang disse que se inspirou na antiga campanha da Calvin Klein, estrelada por Kate Moss nos anos 90, mas, claro, em uma versão bem mais apimentada.

        O estilista fechou o ano gerando frisson e debate no mundo da moda. Afinal, uma campanha sexy ou apelativa? Para o estilista, os comentários ficam a critério do público, pois o próprio prefere não estabelecer rótulos.

        x23x24x22

        Compartilhe:
          Amanhã, a cidade de Niterói dará um grande passo através do I SEMINÁRIO A CULTURA DA MODA. O projeto visa fomentar a visibilidade e ações da cidade no segmento MODA e consequentemente a ECONOMIA CRIATIVA.
          Eu estarei como mediadora na mesa que vai discutir o tema: NITERÓI, MODA E ECONOMIA DA CULTURA.
          Teremos como convidados: BETO NEVES – Diretor de Criação da Complexo B, CÉSAR COELHO GOMES – Diretor de Criação da Swains, CHEILA DE PAULA – Consultora e Designer de Moda, HAROLDO ENÉAS – Cerimonialista e Produtor de Eventos, LUIZA BRASIL – Jornalista com Especialidade em Moda Contemporânea, PAULO HERÉDIA/FRAN SARTOR – Blog Capitão Zeferino e ANA PAULA MENEZES DE FREITAS – Coordenadora do Curso de Design de Moda da Universidade Anhanguera
          X21 

          MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O EVENTO AQUI:MODA será tema de Seminário no MAC
          Evento vai reunir especialistas do setor em Niterói
          A Prefeitura de Niterói, através da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação de Arte de Niterói (FAN), realiza o I Seminário A Cultura da Moda Niterói, no dia 17 de dezembro, das 13h às 21h, no Museu de Arte Contemporânea (MAC). A iniciativa pretende reunir agentes do setor, traduzir a valorização da moda na cidade e revelar a importância da cadeia produtiva e dos atributos qualitativos da moda Niterói, além de reconhecer e consolidar a moda como importante representante e um dos principais vetores para a cultura e as artes.
          Segundo dados da ONU, a Economia Criativa é uma área estratégica, responsável por cerca de 10% do PIB mundial. Economia Criativa não se produz apenas com matérias-primas perecíveis, mas sim com valores intangíveis, como criatividade e conhecimento. A Moda responde por parte significativa desse percentual.
          Durante o evento, especialistas, estudiosos e autoridades públicas vão discutir o papel da cultura da moda como elemento para o desenvolvimento da sociedade niteroiense; as potencialidades da cidade, no ponto de vista da criação; a moda como identidade cultural; sustentabilidade; contemporaneidade; indústria e economia criativa.
          Na ocasião, haverá palestras, debates, performances, homenagens e a divulgação do Plano de Ações da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação de Arte de Niterói (FAN) para o setor em 2015.
          PLANO DE AÇÕES – Prevê ações para apoio a todos os elos da cadeia produtiva, estabelecendo parcerias para aumentar os recursos direcionados ao setor. O mesmo foi trabalhado com diversos gestores e agentes da moda e será levado à consulta pública, a fim de receber contribuições da sociedade. O plano traz a formação de competências criativas, políticas de promoção de fomento aos empreendedores da moda. Há propostas de preservação e construção da memória, partindo de uma visão antropológica de que moda é cultura. Conta também com o estímulo à criação e à descoberta de novos talentos, bem como a oferta de condições favoráveis para que possam criar e atuar nesse mercado.
          PALESTRANTES CONFIRMADOS: Alessandra Marins, Alexandra Barcellos, Aline Monçores, Almir França, Ana Paula Gomes, Ana Paula Menezes de Freitas, Beto Neves, Caio Braz, Carla Lemos, César Coelho Gomes, Cheila de Paula, Didi Rezende, Eloisa Simão, Evelyn Bonorino, Flávia Ferreira, Flávio Bragança, Flávio Sabrá, Fran Sartor, Haroldo Enéas, Helen Pomposelli, Julio Honaiser, Lívia Amorim, Luiza Brasil, Luiza Marcier, Paulo Herédia, Ricardo Guinâncio, Rita Quintanilha, Thiago Monteiro e demais convidados.
          PROGRAMAÇÃO:
          - Credenciamento: 13h às 14h
          - Mesa I – Abertura: 13h30 às 14h
          - Mesa II – Moda e Sustentabilidade: 14h às 15h15
          - Mesa III – Niterói, Moda e a Economia da Cultura: 15h15 às 16h30
          - Mesa IV – A Cultura da Moda: 17h às 18
          - Mesa V – Encerramento – Politica Pública de Moda: 18h30 às 20h
          - Coquetel de encerramento: 20h às 21h
          - Desfiles: 20h às 21h
          Informações: Vivi Martins (Gestora de Moda e Produtora do evento) – 9 7519-4130
          SERVIÇO:
          I SEMINÁRIO A CULTURA DA MODA NITERÓI
          Palestras, debates, performances, homenagens e a divulgação do Plano de Ações da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação de Arte de Niterói
          Data: 17 de dezembro de 2014 (quarta-feira)
          Horário: das 13h às 21h
          Local: Museu de Arte Contemporânea – MAC
          Endereço: Mirante da Boa Viagem, s/nº, Niterói-RJ
          Informações: (21) 2621-5050 ramal 213
          Inscrições: Facebook – Link:www.facebook.com/events/1570144853215053/
          ENTRADA FRANCA (sujeita à lotação do auditório)

          ASCOM Secretaria de Cultura/ FAN
          Leonardo Caldeira – (21) 7872-5706/ caldeira.leo@gmail.com
          Ana Paula Borges – (21) 98723-2029/ culturaniteroi@gmail.com

           

          Compartilhe:

            O governo de Nova York vai investir cerca de 3,5 milhões de dólares na criação do Manufacturing Innovation Hub, um novo epicentro de moda. A instalação de 160 mil metros quadrados será no Brooklyn. A intenção é revitalizar a indústria têxtil da cidade, criar empregos e apoiar novos estilistas e pequenas marcas. A construção está prevista para começar em fevereiro de 2015, durante a New York Fashion Week. O espaço pretende abrigar 30 marcas e 50 estilistas.

            A indústria da moda é responsável por quase 6% da força de trabalho da cidade. Ela paga 10,9 bilhões de dólares em salários e gera cerca de 2 bilhões de dólares em receitas fiscais anualmente.

            x6

             

            x7

             

             

             

             

             

             

             

             

             

             

             

             

             

             

             

            Compartilhe:

              Já imaginou criar suas próprias peças de roupas? A KNYTTAN, uma nova marca londrina, dá essa oportunidade aos clientes. Intitulada fábrica do futuro, ela permite que a pessoa escolha as cores, os padrões e o estilo que quiser e, desse modo, crie uma peça única. O cliente pode experimentar, esticar, sentir a peça e, até, trocar as estampas. A ideia é sair da loja completamente satisfeita e com um produto que seja realmente a cara da pessoa.

              Até o nome da loja passa a mensagem que a marca deseja. KNYTTAN, segundo eles, vem do inglês antigo, uma língua utilizada em uma época onde todas as roupas eram diferentes. As peças que eles oferecem são casacos, cachecóis e cachecóis cobertores.

              x5

              Compartilhe:

                A Nikon marca conhecida no ramo da fotografia, lançou a campanha: “I AM generation image” (Eu sou a geração imagem). A ideia é celebrar um mundo que, hoje, se comunica visualmente. A marca criou um site onde um grupo de pessoas escolhidas irão retratar suas paixões através de fotos, compartilhando com todo o mundo que as rodeiam. Além disso, todos os usuários de redes sociais são incentivados a utilizarem a hashtag #IAMGenerationImage para sensibilizar e transmitir emoções e com as imagens postadas podem, também, serem incluídos na campanha.

                A ideia se encaixa perfeitamente na atual geração Instagram, em que uma imagem é capaz de falar por si só, sem palavra alguma.

                X4

                Compartilhe:

                  A Vogue China nasceu em 2005, uma recém-nascida, praticamente. Sob editoria da jornalista de moda Angelica Cheung, a Vogue China teve literalmente de ser concebida. A China de hoje tem uma realidade totalmente contraditória de poucas décadas atrás, quando o país vivia a era Mao Tse Tung. Aos 48 anos, nascida em Pequim, a jornalista em uma entrevista esse ano, relembrou o irônico fato de ter vivenciado durante a infância, a experiência de “comportamento coletivo”, uma vez que durante o regime comunista chinês, todos se vestiam iguais, uniformizados, o que deletou a identidade visual e noção de individualidade.

                  O fim do comunismo na China, e a abertura do país para relações amistosas com o Ocidente, antes de ser um impacto social, foi individual, pois o povo chinês despertou para o foco principal: a construção da nova identidade visual e comportamental. Com o mundo cada vez mais apegado ao consumo, a China, hoje, grande potência econômica, e país com a maior população do mundo, teve de se adaptar ao ritmo frenético da própria demanda de seus vorazes consumidores, ávidos por novidades e artigos de luxo. Partindo dessa nova realidade sócio-econômica, e afim de firmar a importância do país no mercado de consumo mundial, Angelica tomou o desafio de construir a revista dentro da nova China, atendendo as necessidades dos consumidores chineses, que representam 80 bilhões de dólares de vendas anuais de bens e artigos de luxo.

                   

                  x1

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                  x2

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                  x3

                  Compartilhe:

                    O Salão Bossa Nova que acontece até hoje no complexo Lagoon, evento maravilhoso de moda para que as marcas cariocas tenham seu espaço para apresentar as coleções de outono/inverno 2015. Estivemos lá para conferir. Vimos muito tons terrosos, estampas étinicas, tricôs e couro, tudo misturado com muita bossa e doses de humor e sofisticação no melhor estilo carioca.

                    1-      ANAS

                    A coleção de sapatos confortáveis, que com seu estilo “handmade” traz uma informação rústica, mas sofisticada. Com peças que misturam couro legítimo com pedras e ferragens, sob o tema eqüestre a novidade desse inverno fica por conta das espradilles com 4 prints diferentes que podem ser combinadas entre si, um charme.

                     

                    ANAS

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    2-      BENTA

                    A coleção é marcada com o DNA carioca, afinal é composta de roupas com modelagens simples e descomplicadas, mas cheia de humor. A coleção batizada de Fantastique aposta em um mix de estampas charmosas e que contém alguns mistérios a serem revelados.

                     

                    BENTA

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    3-      CAROL ROSSATO

                    Carol Rossato apostou em trabalhos manuais e um mix de texturas. Na coleção que contém peças em tons predominantemente terrosos podemos ver muitas correntes, franjas e muitos trabalhos no couro, como recortes e aplicações.

                    CAROL ROSSATO

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    4-      MARIA OITICICA

                    Sementes, cortiças, folhas e flores, todos esses elementos tropicais e brasileiríssimos podem ser vistos combinados de maneira sofisticada e alegre na coleção apresentada por Maria Oiticica.

                    MARIA OITICICA

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    5-      SHOP 126

                    Buscou inspiração na França e reinterpretou essa moda bem ao estilo carioca. Com shorts, camisas de renda e laços na gola, que garantem charme à coleção, coisa que brasileiras e francesas tem de sobra.

                    x14

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    6-      CANTÃO

                    Com tema Náutico a Cantão apresentou uma coleção de alfaiataria despojada que combina lindamente as listras típicas com tricôs, peças com modelagens diferenciadas e estampas inusitadas de palmares e raízes.

                    CANTAO

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    7-      WASABI

                    A marca faz uma parceria bem ao estilo carioca, misturando moda e arte.  E dessa vez fez uma dobradinha o artista Matheus Rocha Pitta para elaborar as estampas dessa coleção, com destaque para o cowprint em sobreposições, vestidos e shorts super.

                    WASABI

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    8-      BLUEMAN

                    A coleção inspirada nos anos 70 intitulada Feira Hippie é muito rica em cores e cobertas de estampas que misturam aves, cocares, traçados étnicos, recortes fotográficos do Rio, entre outra . Traz ainda algumas novidades como a linha conforto, franjas, maxi acessórios e a uma nova modelagem, que promete esquentar o inverno carioca.

                    BLUE_MAN

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    9-      FRANCESCA ROMANA DIANA

                    A Francesca Romana além dos tradicionais braceletes multicoloridos e com muitas estampas, que fazem referencia ao Rio, Salvador e até mesmo os azulejos portugueses. A marca desenvolveu dessa vez uma linda linha para Porcelanas Schmidt.

                    FRANCESCA_ROMANA_DIANA

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    10-   VIRZI+DE LUCA

                    A coleção se inspirou em um baile a fantasia dos anos 30 para criar as bijoux esculturais que fazem referências desde as jóias romanas até as frutas de Carmem Miranda. Garatem charme e sofisticação a qualquer visual.

                    VIRZI+DE_LUCA

                     

                    11-   ODDE

                    Os tênis que transitam bem em qualquer lugar têm como tema lugar nenhum. Suas estampas são suaves e delicadas vão dos tons pastel aos terrosos, passeando pelo bordô. E para você literalmente pisar nas nuvens tem um tênis com estampa que remetem ao céu.

                     

                    ODDE

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    12-   AGILITÁ

                    Pensando na mulher multifacetada de hoje a Agilitá foi buscar inspiração no período que vai dos anos 20 aos 40. Os decotes são decorados e as mangas poderosas, as estampas trazem a força e delicadeza dessa época para a mulher de hoje. Os vestidos de festa vêm com bastante pedra e renda.

                     

                    AGILITA

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    13-   MARA MAC

                    As sobras inspiraram a coleção Mara Mac de outono/inverno 2015, que explora o jogo entre luz e sombra em suas peças. Inovando com a linha Light Bag que tem no seu interior uma linha de luz de led.

                     

                    MARA_MAC

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    14-   CAVENDISH

                    A inspiração da coleção vem de uma deliciosa viagem ao riquíssimo deserto do Atacama. Os vestidos e peças com muitas estampas, texturas e formas que remetem a diversidade de vida e paisagem local. Os detalhes são refinados e da um ar sofisticado e a cartela de cores é diversificada, mas com predominância dos tons terrosos.

                     

                    CAVENDISH

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    15-   ZEREZES

                    A marca, que reaproveita resíduos de madeira descartados nas ruas, faz óculos que além de super modernos e estilosos são ecofriendly.  Que vem com uma dose adicional de charme, o nome da rua em que a madeira foi resgatada vem gravado na haste.

                     

                    ZEREZES

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    16-   MARIA FILÓ

                    A Maria Filó, que levou para o evento o contêiner sensação do Festival Imersões, apresenta uma coleção que capta a beleza dos sonhos e traz para a realidade com estampas suaves e seus tradicionais tricôs.

                    MARIA_FILO

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    17-   REDLEY

                    A marca que traz em seu stand um quarto, bem na proposta do evento misturando arte, lifestyle e arquitetura com moda. Leva a descontração das ruas do Rio para sua coleção colorida e descomplicada.

                     

                    REDLEY

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    18-   ARMADILLO

                    O deserto serviu de cenário para inspirar a coleção, que apresente uma cartela de cores com tons terrosos e nas estampas estão os  cactos, típicos do deserto e também camuflagem.

                    ARMADILLO2

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    19-   K&T

                    Com referências étnicas a K&T apresenta uma coleção com uma pegada boho. È possível notar a influência peruana não apenas nas suas estampas, mas também por trazer ponchos e xales.

                     

                    K&T

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    20-   ALESSA

                    Alessa traz na coleção, batizada como “Preciosidade”, jóias para se vestir. As estampas inspiradas em joalherias clássicas e jóias exóticas impressas em tecidos finos como crepe de seda pura, que são um verdadeiro luxo.

                     

                    ALESSA

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    21-   A-TEEN

                    A A-teen com sua modelagem a prova de tendências traz em seus vestidões de seda estampados uma moda que deixou de ser exclusividade do público jovem a algum tempo e hoje atende a todas as mulheres antenadas.

                     

                    A-TEEN

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    22-   CCM

                    Essa marca de sportwear vem com uma linha completa de roupas com muitas estampas que vão do super colorido ao preto e branco. A novidade fica por conta dos bodys para crianças, assim mães e filhas podem usufruir de um lifestyle saudável com muito estilo.

                     

                    CCM

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    23-   GLORINHA PARANAGUÁ

                    A coleção de bolsas apresentada pela nossa Imperatriz da moda vem com muitas cores e materiais diferentes, que vão da madrepérola à palha, passando pelas charmosas e coloridas clutchs de tricô.

                     

                    GLORINHA_PARANAGUA

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    24-   LENNY NIEMEYER

                    Imprimindo na coleção a identidade easy chic carioca, produz peças sofisticadas com algumas estampas, mas bem clean. Da coleção destacamos o maiô com aplicações de franjas.

                     

                    LENNY_NIEMEYER

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    25-   LITT

                    Apresenta uma coleção que promete aquecer esse inverno com peças de tricô com cores sóbrias e modelagem moderna, valorizando as formas da mulher brasileira imprimindo uma sensualidade velada.

                     

                    LITT

                    Compartilhe: