O designer holandês Lucas Ossendrijver está completando este mês dez anos na direção criativa das coleções masculinas da marca francesa Lanvin. Para comemorar, o designer concebeu uma coleção especial nomeada Les 10 ans (os 10 anos, em português), composta por três pares de tênis, uma mochila, um suéter e uma camiseta, nas cores branca e preta. As peças chegaram às lojas na última quarta-feira, dia 7, como anunciou a grife em sua conta no Twitter.

lanvin2 lanvin3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ossendrijver, de 46 anos, depois de estudar na Escola das Belas Artes de Arnhem, na Holanda, trabalhou com Kostas Murkudis e depois na divisão masculina da Kenzo, em 1997. Em seguida, passou quatro anos na linha masculina Christian Dior sob a supervisão de Hedi Slimane. Antes de entrar no cargo de direção criativa, o designer trabalhou primeiro com Alber Elbaz, estilista israelense da Maison Lanvin em Paris.

lanvin

Lucas Ossendrijver

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ao longo das suas temporadas na marca francesa, ele modernizou a divisão masculina, construindo uma silhueta elegante e ao mesmo tempo descontraída. Entre a herança das características da Lanvin e suas próprias inspirações, criou um vestuário sensual e exigente.

Compartilhe:

    Pensando em obter um visual urbano, manter a aparência Denim (jeans) e ao mesmo tempo proporcionar conforto e versatilidade, a marca Coca-Cola Jeans criou uma linha fitness batizada de Coke Moving. As peças foram feitas com tecidos possuindo grande porcentagem de elastano, proporcionando modelagens que se ajustam a qualquer tipo de corpo, além de oferecer uma movimentação total e conforto.

    Para estrelar a linha, a modelo brasileira Alicia Kuczman e dançarinos profissionais foram convidados para apresentar a coleção da marca.

    A Coca-Cola Jeans é parte integrante da AMC Têxtil, grupo de negócios da família Menegotti. O grupo, existente desde 2004, é considerado o maior gestor de marcas de moda da América do Sul.

    Assista o vídeo da coleção: https://www.youtube.com/watch?v=MSsz5oZNXCw

    coke moving

    Compartilhe:

      A mais nova sandália para homens da marca japonesa Suicoke tem se tornado um dos produtos favoritos do mercado consumidor masculino. Criado em parceria com o Norse Project, os sapatos possuem uma estética diferente para corresponder à diferentes estilos.

      Diante da estrutura funcional da sandália e seu olhar simplista que complementa praticamente qualquer look, o produto possui um suporte de espuma de neoprene e uma base feita pela Vibram, marca líder mundial em solas de borracha de alta performance.

      suicoke1 suicoke3 suicoke2 suicoke4

      Compartilhe:

        A marca japonesa “UNUSED” lançou um lookbook que exibe os últimos estilos de outono e inverno 2016. Incluem-se uma série de casacos oversized, jeans e muito mais.

        Desenhada a partir das referências punk, normcore (um conceito que traduz a busca pelo conforto acima da preocupação com estilos e tendências), streetwear e estilos mais luxuosos, a coleção abrange as necessidades de moda de uma grande variedade de consumidores.

        Para um look normcore, a marca oferece calças de brim quer terminam logo acima do tornozelo e, para um look punk, oferece uma jaqueta de couro com zíper que é contrastada no lookbook com uma camada turquesa vibrante e emparelhada com calças escuras, por exemplo.

        Com a mistura engenhosa de estilos conflitantes, a “UNUSED” comprova quantas variações podem ser feitas com suas roupas, saindo do escritório direto para um show.

        324014_2_800 324014_4_800 324014_6_800 324014_8_800 japanese-brand

        Compartilhe:

          mini_fluid_fashion-1-916x644-1

           

           

           

           

           

           

           

           

           

           

           

           

           

           

          A linha de automóveis MINI lançou uma linha fashion na Pitti Uomo de 2016 em Florença, na Itália. Essa feira é evento chave para o mundo fashion masculino, porém o envolvimento da  MINI tinha como objetivo atrair ambos os sexos.

          O MINI Fluid Fashion Capsule Collection foi criado por cinco designers de nacionalidades distintas. Hien Le (Alemanha), Agi & Sam (Reino Unido), Études Studio (França), Sankuanz (China) e Sunnei (Itália) deram seus toques pessoais nos moletons desenvolvidos pela MINI. O moletom foi escolhido como peça de roupa democrática que poderia ser usada tanto por mulheres quanto homens.

          A coleção exibida no MINI Fluid Fashion Pavilion continha peças de cada um dos designers envolvidos no projeto. Apenas 200 exemplares de cada designer será produzido, fazendo com que as peças tenham uma pegada de exclusividade. Os moletons sem gênero podem ser encontrados apenas na loja online Luisa Via Roma.

          mini_fluid_fashion-2 mini_fluid_fashion-6

          Compartilhe:

            met-gala-dress

            A atriz Emma Watson foi ao tradicional baile de gala do museu Metropolitan, que marca a abertura da exposição anual do Costume Institute, realizado na última segunda-feira (dia 2), em Nova York, com um vestido produzido de maneira totalmente sustentável. Feito de garrafa pet e outros materiais reciclados, o projeto foi uma colaboração entre a Calvin Klein e a Eco-Age, uma consultoria de marca.

            O vestido de alta costura foi projetado com materiais que estavam sob medida, ecológicos e sustentáveis, utilizando tecidos orgânicos e plástico reciclado, feito de três tecidos diferentes e todos os fios da costura feitos de garrafa pet. O zíper do vestido também é feito de material reciclado e o algodão e a seda utilizados nas partes internas foram produzidos sem o uso de produtos químicos. Além disso, o próprio vestido poderá ser reaproveitado, podendo separar as peças em novos looks.

            Compartilhe:

              Zoe Buckman é a designer responsável pela exposição de arte Every Curve, que apresenta peças delicadas de lingerie bordadas com frases de famosas músicas de rap. Exibida no museu Papillion Art em Los Angeles, as peças são femininas e de seda, criando um contraste com a dureza das letras das músicas dos anos 90 dos rappers Tupac e Biggie, criando uma justaposição entre as energias masculina e feminina.

              A exibição foca apenas em roupas íntimas vintage, com cinta liga e meias 7/8. As peças são simples e a própria designer bordou as frases. A suavidade das lingeries, algo íntimo, e a intensidade das músicas escolhidas chamam a atenção dos espectadores para desconstruir a feminilidade, assim como o corpo.

              http://www.papillionart.com/

              lingerie lingerie2 lingerie4

              Compartilhe:

                A marca Atelier New Regime, criada em 2009, abriu a sua primeira boutique em Montreal. De estilo street wear, igual à identidade da marca, o interior da loja é praticamente todo laranja, com um dispositivo de luz em forma de tubo retangular no teto. Além das paredes, o espaço dispõe de luminárias também laranjas. A loja se encontra no bairro St. Henri e foi toda construída em aço.

                Criada pelos irmãos Koku e Gildas Awuye e Seitz Taheri, a marca canadense é empenhada em redefinir a experiência do cliente através da qualidade do seu produto, apresentação e estilo de vida. Voltada para o público masculino, a Atelier New Regime tem crescido e evoluído um movimento artístico cujo objetivo é de se expressar através da moda.

                ANR1 ANR3 ANR2

                 

                Compartilhe:

                  A revista alemã Myself Magazine, publicou um editorial mágico e delicado como inspiração para as mulheres se vestirem mais românticas. Produzido em um cenário no deserto, em Joshua Tree, na Califórnia, a modelo Sarah Deanna apresenta looks de tecidos finos, misturados com a mais recente coleção de primavera de lingerie dos países do Hemisfério Norte. Os sutiãs, as saias e as sedas são das grifes Dior, Miu Miu e Dries van Noten.

                  O editorial foi fotografado por Daniella Midenge, a beleza pela hair stylist Sascha Breuer e foi produzido por Theresa Pichler, Diretora de Moda da revista, produtora e stylist. A Myself Magazine foi lançada em 2005 pela editora Condé Nast e é uma revista mensal.

                  myself1 myself2 myself4 myself3

                  Compartilhe:

                     

                    h-and-m-conscious-exclusive-partywear-2

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    De 07 de Abril a 14 de Agosto deste ano, o museu Les Arts Décoratifs, em Paris, irá exibir uma exposição histórica sobre os 300 anos da moda. A exposição Fashion Foward – Three Centuries of Fashion, que mostrará a evolução da moda nos últimos 300 anos (1715 – 2015), inspirou a H&M a revelar a sua nova linha 2016: Conscious Exclusive Collection.

                    Os estilistas da marca se inspiraram em modelos de vestidos, saias, vestidos de bailes, entre outros. As peças foram confeccionadas obedecendo às regras do desenvolvimento sustentável e com materiais que respeitam o meio ambiente, como a seda biológica, o linho reciclado, o cânhamo ou ainda o Denimite, um material criado a partir do jeans reciclado. A coleção, que também tem três diferentes modelos de vestidos de casamento, estará disponível para venda a partir de 7 de abril, em cerca de 180 lojas da marca em todo o mundo.

                    A marca sueca foi nomeada líder no uso de algodão biológico em 2010, 2011 e 2013, ficando em segundo lugar em 2012. Entre 2011 e 2013, a H&M investiu 2 milhões de euros no Fast Track Program do BCI, para formar seus agricultores com o ensino necessário para o cultivo de algodão. No início de 2014, a marca lançou seus primeiros produtos feitos com algodão reciclado, feitos por fibras têxteis de peças usadas retornadas às lojas pelos consumidores e clientes. Com isso, a H&M se tornou a primeira empresa do mundo a lançar um projeto de captação global de roupas usadas, com o intuito de fechar o ciclo de produção têxtil.

                    Compartilhe: