Os dois irmãos, Bem e Harry Tucker, decidiam trazer a tendência da reciclagem para o mundo dos acessórios de viagem. A marca de bagagens de luxo “Plane” tem uma coleção feita com os tecidos dos acentos de aeronaves antigas.

É comum reciclar roupas e outros materiais, porém, pouco se recicla no que diz respeito à partes de aviões. Esse tipo de tecido descartado é ótimo para a produção de bagagens pois tem super resistência ao calor e manchas, além disso, o tecido é consideravelmente leve e apresente uma excelente durabilidade.

Texto_Plane2

 

Cada item da coleção terá as iniciais do comprador gravada, assim como estatísticas médias de jornada de aviões antigos. Essas estatísticas incluem dados como a quantidade de milhas voadas, número referente a altitude voada e também a quantidade de países visitados.

O objetivo dos designers é provar que o luxo pode estar sim associado a sustentabilidade. Qualquer pessoa pode achar os acessórios disponíveis para compra no “Kickstarter”.

PLANE: https://www.planeindustries.co.uk/

Texto_Plane1

 

 

 

 

 

 

Compartilhe:

    fd72c06fcf7067f190864180e3a82ffe

    Atualmente a grande maioria dos produtos em couros disponíveis no mercado ainda são de origem animal. Uma pequena parcela de origem vegetal é feita a partir de uma técnica de impermeabilização de tecido com uso de látex extraído da Amazônia, prática que tem origem indígena. Uma boa notícia chega causando curiosidade a indústria da moda, pois, uma matéria-prima durável, bonita e resistente promete “chegar chegando” no mercado, o Piñatex.

    O couro ecológico, de origem vegetal, pois, é feito por meio de uma etapa industrial que as fibras obtidas são transformadas em um tecido maleável, ecológico e biodegradável. Ao todo, são necessárias as folhas de cerca de 16 abacaxis para produzir um metro quadrado do tecido. O produto foi desenvolvido pela empresa Ananas Anam, da designer espanhola Carmen Hijosa, que contou com o apoio da Royal College of Art em uma parceria com as marcas Camper, Puma e com o designer Ally Capellino para transformar o produto em matéria-prima e lançá-lo no mercado.

    Segundo a pesquisadora, o produto, apesar de vegetal, tem grandes características tecnológicas, porque pode ser tingido, impresso e tratado, conferindo a base diferentes texturas. Por conta dessa versatilidade é possível usá-lo na criação de sapatos, bolsas, estofados e outras peças.

    Como funciona?

    O tecido reaproveita o caule e as folhas do abacaxi. As fibras são extraídas das folhas por um processo chamado descasque, feito sobre a plantação por uma comunidade agrícola. O que se retira disso é a biomassa, que pode ser convertida em fertilizante orgânico ou biogás. Em seguida, as fibras são submetidas a um processo industrial para tornar-se um tecido.

    Para produzir um metro quadrado de tecido são necessárias 480 folhas, o equivalente ao subproduto de 16 abacaxis. O primeiro tecido foi lançado em dezembro de 2014, em Londres. Confira abaixo alguns dos produtos desenvolvidos com o Piñatex:

    pinatex6 pinatex4 pinatex3 pinatex5

     

    Algumas das texturas e cores do couro vegetal feito com fibra de abacaxi:

    pinatex81 pinatex7

    pinatex-pineapple-1-537x402-1 pinatex-the-pineapple-material-to-watch-in-2015-01-960x539

     

     

     

    Compartilhe:

      bgjwf6z5ekxnf9mxgen6

      Já falamos aqui da designer que criou colares esféricos com cinzas de entes queridos. E como nós do EvelynB adoramos invencionices e absurdices da moda hoje iremos falar da designer Nina Sparr. A sueca cria peças, entre roupas e acessórios, com um material mais do que inusitado: cabelos e pelos humanos. A criadora utiliza técnicas artesanais, como o tricô feito a mão.

      Um dos clientes e a designer

      Um dos clientes e a designer

      Os cabelos e pelos foram coletados por toda a Suécia, e de acordo com a criadora, pessoas entraram em contato com ela para pedidos mais do que customizados, como uma pequena coroa que foi usada por uma noiva – feita de seu próprio cabelo. O que chamou a nossa atenção, foi a linha de underwear, isso mesmo, roupas íntimas. Em entrevista a um tabloide sueco, ela disse que convenceu algumas pessoas a experimentarem a criação, mas uma reclamação foi constante: “os cabelos grudam um pouco na pele”, ela confessou. E você teria coragem de usar?

      1_2

      Compartilhe:

        Nesse final de semana rolou no Salão Nobre da sede do Fluminense em Laranjeiras, a 4ª edição do “O Mercado”, evento que reúne estilistas independentes e artistas de diversas partes do Brasil. A edição “Bye Bye, Verão”, como já diz o nome, foi pensada para fechar a estação em ritmo de liquidação. Com a participação de 100 marcas, o evento maravilhoso foi feito para aguçar os nossos cinco sentidos.

        Som dos DJ’s Galalau e Vinicius Tesfon, cardápio do chef Gustavo Fonseca, do restaurante Dois Pinheiros, doçuras da Epifania Confeitaria, Quetzal e Dona Doçura. E intervenções artísticas do “Mesclado”, um coletivo de artistas plásticos.

        E é claro que estivemos lá para conferir de perto as marcas e aproveitar o evento J

        SANTA BRASILIS

        stbarsilis3

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

        Há dois anos, nasceu a marca de bolsas e necessaires “super cool” da publicitária e designer Marcia Marinho. Variando entre shopping bags e bolsas transversais em lona com temas irreverentes e coloridíssimos, suas estampas passam por divas de Hollywood, Frida Khalo, e outros artistas das vanguardas, os heróis de The Avengers, Frozen, bandas como Beatles, Rolling Stones, o estilo “bad ass” Harley-Davison, estampas florais super femininas, e até o carioquíssimo biscoito globo.  Atualmente revendendo para 6 lojas no Rio, com produção própria, Marcia recentemente fez em parceria com o pintor naïf Ernane Cortat, a bolsa “Nª Senhora” que foi sucesso total no stand da Santa Brasilis.

        Instagram: @atelie_santabrasilis

        Facebook: facebook.com/ateliesantabrasilis

        SIMEK

        simek2

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

        Com um design delicado e elegante, as peças do designer de joias Miguel Simek, que está há 32 anos no mundo da alta joalheria artesanal, são de uma beleza estonteante. Suas criações concebidas em ouro, prata e “gold plated” são constantemente vistas complementando looks de atrizes das novelas da Globo, entre elas: Paraíso Tropical, Caminho das Índias, Alto Astral, Império e até a próxima, Babilônia. Sempre inspirado pela fauna, flora, elementos da natureza (vide as coleções anteriores Tattoo, Bothanica, Mar, Flowers, Nature), e com uma pegada oriental, resultado de sua longa estadia na Índia e viagens para outros países, Miguel criou sua nova coleção “Flora”, que traz lindos anéis e brincos de prata/ouro em formato de copos de leite, trepadeiras, o brinco Kamala com flores-de-lótus, a argola Papoula de ouro com turquesa são inspiradas nas papoulas azuis do Himalaya, conhecidas também como “Blue Poppys”. Afim de explorar mais sobre as maravilhas da natureza a próxima coleção Minerais, será lançada no final desse ano, recheada de pedras preciosas.

        Site: www.simek.com.br

        Instagram: @simekfinejewerlly

        Facebook: www.facebook.com/SimekFineJewelry

        SAIA COM ARTE

        10371708_651688221583367_1327385145846716921_n

         

         

         

         

         

         

         

         

        Criada há 3 anos pela estilista carioca Aline Place, a marca como já diz o nome, é totalmente voltada para as obras de artes dos pintores mais famosos da história. Segundo Aline, foi uma paixão súbita. Nos tempos de faculdade, ao fazer um trabalho sobre a história da arte, criou uma camiseta masculina inspirada no tema, e foi o pontapé inicial para conceber a identidade da sua marca. Começando com saias simples, Aline hoje conta com blusas, camisetas, saias longas, vestidos e até macaquinhos em suas coleções, que em breve incluirão bermudas masculinas, afim de criar uma moda oficialmente unissex para os amantes da arte.

        Com fabricação própria, usando a técnica da sublimação para criar e reproduzir suas estampas,  que incluem do “Nascimento da Vênus” do renascentista Botticelli a “Noite Estrelada” do pós-impressionista Van Gogh, a marca é pura criatividade e sonho de consumo dos fashionistas e amantes dos mestres da pintura. As peças da Saia Com Arte também podem ser encontradas na USEE, em Pinheiros, São Paulo.

        Instagram:@saiacomarte

        Facebook: www.facebook.com/saiacomarte

        AWANA BRASIL

        awana2 (1)

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

        Fundada em 2013 pelas sócias Petruska Canet e Noemi Cardona, a Awana é uma marca de acessórios 100% feitos de papel.

        Ecologicamente correta e visando sempre a responsabilidade social, Petruska contou com a colaboração de mulheres da comunidade carente de Jardim Gramacho. A coleção consiste em bolsas de ombro e de mão super femininas e coloridas, feitas a partir de uma técnica milenar de dobradura que os maias aplicavam em folhas de palmas. Levando até 5 dias para ficarem prontas, e utilizando sobras de papéis doados por gráficas do Rio de Janeiro, Petruska, num insight, criou uma técnica de beneficiamento “eco-friendly” para envernizar e plastificar naturalmente os papéis, não agredindo assim o meio ambiente. Unindo questões atuais e importantíssimas como a sustentabilidade e a responsabilidade social, Petruska acredita que o “faça sua parte” é o pensamento chave para que haja um avanço social e ambiental. Os acessórios da Awana também estão à venda na Qguai, no Leblon.

        Site:www.awanabrasil.com

        Instagram: @awanabrasil

        Facebook: www.facebook.com/awanabrasil

        NOMAD BRASIL

        nomad2

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

        Criada pela designer Ciça Ribeiro, a Nomad é a marca dos amantes de viagens, no melhor estilo mochilão. Ciça é cidadã do mundo, e se define como nômade. Viveu por 10 anos na Normandia, onde nasceu sua marca. Em suas andanças pel

        o mundo, garimpou as peças e joias mais tops que se pode imaginar. A Nomad é a verdadeira Meca dos apaixonados por moda, recheada de itens ciganos-folk-boho-étnico-místico, entre túnicas indianas, trajes marroquinos, tibetanos, mexicanos, turcos, coletes bordados da Caxemira, tecidos do Rajastão, bolsas peruanas, anéis, brincos e braceletes com pedras preciosas que fazem o coração bater forte, a marca exala good vibe, com a coleção Asteca. Puro estilo e alto astral.

        Site: www.elo7.com.br/nomadbijoux

        Facebook: www.facebook.com/nomadbijoux

        E-mail: nomadbijoux@gmail.com

        OArtífice

        oartt

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

        De Teresópolis, do artesão Alexandre Ferreira, que atua há 24 anos no mercado com seu trabalho em couro, a marca é especializada em acessórios como bolsas, carteiras e cintos.

        Alexandre começou fazendo cintos lisos normais, utilizando couros que sobravam de suas criações, evoluiu para carteiras e bolsas estilizadas com acabamento impecável. Atualmente, OArtífice revende para praticamente todo o país, e trabalha sob encomenda personalizando os produtos ao gosto do cliente. Os must-have da coleção nova do expert em artigos de couro, são as bolsas Helena (mais compactas, em diversas cores), a bolsa Pepa, estilo carteiro, a Sophie, que é super prática e flexível, a bolsa Carmela que é formato “bucket bag” ou “bolsa saco”, e sua versão mini que é o modelo Carmelita. Outra novidade da coleção é a estampa “Flocos”, também desenvolvida artesanalmente.

        Nessa quarta-feira dia 11/03 OArtífice,  estará na Casa Amarela na Rua Babilônia, 18ª-Tijuca.

        Site: www.oartifice.com

        Facebook: www.facebook.com/oartifice

        Instagram: @_oartifice

        FOLK BOOTS

        folk

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

        Glau Pietrobom, é economista de formação, e designer de coração. Trabalhou como ourives e tem todo um talento artesanal. Sua marca é recente, mas participa pela segunda vez do evento, e de outros também. A Folk Boots surgiu a partir de uma observação da designer: a carência de botas que pudessem se adaptar ao clima quente carioca. E assim, resolveu ela mesma pôr a mão na massa e produzir em seu próprio atelier as tão sonhadas botas com a cara do nosso clima, de forma que possamos usar no frio ou no verão do Rio 40 graus. As botas são confeccionadas em tecidos como suede, lona fina, jacquard, acquablock, canvas, solas em EVA, e as estampas têm uma infinidade de variedades. Todas as botas da Folk Boots são 100% vegan friendly.

        Site: www.folkboots.com

        Facebook: www.facebook.com/folkboots

        Instagram: @folkboots

        ROSA MUNDI

        rosamm

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

        Criada há 14 anos pela designer Je Muniz, (que também é idealizadora e sócia do evento “O Mercado”), Rosa Mundi é uma marca que traz de volta todo o charme dos acessóriosde antigamente. Com uma paixão profunda pelo estilo retrô, Je cria e confecciona os acessórios de sua marca. Sempre buscando inspirações e referências nas décadas passadas, a coleção nova da Rosa Mundi conta com diferentes modelos, como chapéus de feltro com abas grandes, boinas de mohair bordadas com pérolas, fascinators chiquérrimos, casquetes vintage, e turbantes super estilosos para os amantes da avant-garde. Fã de festas e eventos de atmosfera retrô, como a animadíssima Manie Dansante e a Tweed Ride, um passeio de bicicleta onde todos pedalam “à caracter”, Je, está sempre pesquisando a moda e antenada nas tendências, para criar belíssimas releituras dessas décadas incríveis. Os acessórios da Rosa Mundi também estão à venda na Cazanostra, em Botafogo.

        Facebook: www.facebook.com/rosamundi

        E-mail: modarosamundi@gmail.com

        BOOTLEG PREACHER

        boo

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

        A marca unissex da dupla de designers Ana Gabriela Accioly e Nathalia Fernandes, começou há dois anos, e tem como maior fonte de inspiração o cenário musical e cultural londrino. Após passarem um bom tempo em Londres, voltaram inspiradas principalmente pela identidade musical da cidade, descrita como “edgy” a Bootleg Preacher conta com peças super descoladas, e estampas totalmente exclusivas, a coleção nova Prisma, traz camisetas com estampas geométricas, e uma cartela de cores mais fechada, com preto, cinza, e diferentes tonalidades e algumas outras cores. A peça mais badalada que agitou o stand das meninas foi o vestido “Ilusion” feito em neoprene, de silhueta A, com um colorido suave que lembrava um arco-íris. O mais bacana também é que algumas peças masculinas como bermudas e camisetas também caem super bem para as garotas de atitude.

        Site: www.bootlegpreacher.co

        Facebook: www.facebook.com/bootleg.preacher.clothing

        Instagram: @bootleg_preacher

        E-mail: contato@bootlegpreacher.co

         

        Compartilhe:

          a5aa

           

           

           

           

           

           

           

           

           

           

           

           

          Criada pelas amigas Micha Thomas, e Jaime Lawson, a MIA (Made In America), é uma iniciativa que tem como objetivo a fabricação responsável por parte das indústrias do setor mobiliário, cosmético, e principalmente, de vestuário.

          Com o aumento do consumo desenfreado, inúmeras marcas de moda, a fim de reduzir custos de produção, migraram sua fabricação para outros países.

          A tragédia ocorrida em Bangladesh, no edifício Rana Plaza ano passado, causou mobilização internacional, despertando a importância de uma revisão na postura ética das indústrias e empresas do segmento, para com os trabalhadores.

          O desabamento do prédio, que continha unidades de confecções, as quais algumas, trabalhavam para marcas de peso, alarmou a indústria têxtil, que se tornou alvo de severas críticas, alertando as autoridades acerca das condições subumanas de trabalho a que muitos trabalhadores são submetidos em todo o mundo.

          Por isso, a RP Micha, e a designer de moda Jamie, criaram o projeto Made In America (MIA),  que vende e premia produtos de marcas, e profissionais politicamente corretos, que se encaixam no modelo ideal de ética, no que diz respeito ao processo de fabricação de produtos de moda e lifestyle.

          A ação da MIA, foca na produção dentro dos EUA, onde há maior regulamentação e vigilância das normas e condições de trabalhos, o que fortalece também, a indústria local.

          a5aaa

           

          Compartilhe: