Os dois irmãos, Bem e Harry Tucker, decidiam trazer a tendência da reciclagem para o mundo dos acessórios de viagem. A marca de bagagens de luxo “Plane” tem uma coleção feita com os tecidos dos acentos de aeronaves antigas.

É comum reciclar roupas e outros materiais, porém, pouco se recicla no que diz respeito à partes de aviões. Esse tipo de tecido descartado é ótimo para a produção de bagagens pois tem super resistência ao calor e manchas, além disso, o tecido é consideravelmente leve e apresente uma excelente durabilidade.

Texto_Plane2

 

Cada item da coleção terá as iniciais do comprador gravada, assim como estatísticas médias de jornada de aviões antigos. Essas estatísticas incluem dados como a quantidade de milhas voadas, número referente a altitude voada e também a quantidade de países visitados.

O objetivo dos designers é provar que o luxo pode estar sim associado a sustentabilidade. Qualquer pessoa pode achar os acessórios disponíveis para compra no “Kickstarter”.

PLANE: https://www.planeindustries.co.uk/

Texto_Plane1

 

 

 

 

 

 

Compartilhe:

    Uma antiga forma de terapia chinesa inspirou estas modernas sandálias de massagem natural da marca “FreshGadgetz”.

    The “Reflexology Natural Stone Acupressure Massage Sandal” tem um design único que está incorporado com pedras naturais, de modo a proporcionar a estimulação ao longo dos principais pontos de pressão nos pés que vão melhorar a circulação sanguínea. Os pontos de pressão exclusivos sobre os sapatos são perfeitos para aliviar a pressão proporcionando a sensação de uma massagem relaxante. Usando estas sandálias diariamente terá benefícios não só para a saúde dos pés como também para a saúde em geral.

    Diz-se que na medicina chinesa antiga, o pé é como um barômetro vital para o bem-estar e a saúde geral da pessoa.

    massage-sandals

    Compartilhe:

      Pensando em obter um visual urbano, manter a aparência Denim (jeans) e ao mesmo tempo proporcionar conforto e versatilidade, a marca Coca-Cola Jeans criou uma linha fitness batizada de Coke Moving. As peças foram feitas com tecidos possuindo grande porcentagem de elastano, proporcionando modelagens que se ajustam a qualquer tipo de corpo, além de oferecer uma movimentação total e conforto.

      Para estrelar a linha, a modelo brasileira Alicia Kuczman e dançarinos profissionais foram convidados para apresentar a coleção da marca.

      A Coca-Cola Jeans é parte integrante da AMC Têxtil, grupo de negócios da família Menegotti. O grupo, existente desde 2004, é considerado o maior gestor de marcas de moda da América do Sul.

      Assista o vídeo da coleção: https://www.youtube.com/watch?v=MSsz5oZNXCw

      coke moving

      Compartilhe:

        A mais nova sandália para homens da marca japonesa Suicoke tem se tornado um dos produtos favoritos do mercado consumidor masculino. Criado em parceria com o Norse Project, os sapatos possuem uma estética diferente para corresponder à diferentes estilos.

        Diante da estrutura funcional da sandália e seu olhar simplista que complementa praticamente qualquer look, o produto possui um suporte de espuma de neoprene e uma base feita pela Vibram, marca líder mundial em solas de borracha de alta performance.

        suicoke1 suicoke3 suicoke2 suicoke4

        Compartilhe:

          A marca japonesa “UNUSED” lançou um lookbook que exibe os últimos estilos de outono e inverno 2016. Incluem-se uma série de casacos oversized, jeans e muito mais.

          Desenhada a partir das referências punk, normcore (um conceito que traduz a busca pelo conforto acima da preocupação com estilos e tendências), streetwear e estilos mais luxuosos, a coleção abrange as necessidades de moda de uma grande variedade de consumidores.

          Para um look normcore, a marca oferece calças de brim quer terminam logo acima do tornozelo e, para um look punk, oferece uma jaqueta de couro com zíper que é contrastada no lookbook com uma camada turquesa vibrante e emparelhada com calças escuras, por exemplo.

          Com a mistura engenhosa de estilos conflitantes, a “UNUSED” comprova quantas variações podem ser feitas com suas roupas, saindo do escritório direto para um show.

          324014_2_800 324014_4_800 324014_6_800 324014_8_800 japanese-brand

          Compartilhe:

            U by Kotex_foto1

             

             

             

             

             

             

             

             

             

             

             

             

             

             

            U by Kotex é uma loja temporária na qual as mulheres se sentem confortáveis e seguras para discutir e fazer compras para o seu ciclo menstrual. Lá não são só vendidos artigos básicos relacionados à menstruação, mas também tem itens como: canecas, moletons e mochilas de viagem. A loja conta com produtos de marcas como a ban.do, Coucou Suzette e Baggu.

            Como explicado no site da marca, o projeto ganhou vida depois que Sarah M. criou um blog abordando o tema. Ela estava frustrada por existirem tantas lojas para os diversos tipos de coisas, mas nenhuma que se relacionasse ao período menstrual, algo vivido por todas as mulheres.

            O Projeto é parte de uma iniciativa maior chamada The Period Projects, uma série de projetos inspirados por mulheres reais que compartilham a paixão por mudanças. As participantes tem compartilhado fotos da loja e do projeto usando a #PeriodProducts. A loja dá oportunidade às mulheres falarem livremente sobre o assunto e se uniu com a Jet.com para criar uma versão online.

            U by Kotex_foto2 U by Kotex_foto3

            Compartilhe:

              +¦culos jeans

               

               

               

               

              Uma empresa sediada no Reino Unido dá um novo propósito ao jeans descartado e o reutiliza como matéria prima para a construção de óculos.

              A marca “Mosevic” está se desviando dos óculos tradicionais e criando óculos feitos de jeans reciclado. O cofundador e principal designer Jack Spencer quis projetar uma gama de óculos inovadores e decidiu que uma boa maneira de fazer isso seria “brincando” com diferentes materiais.

              A empresa acredita que seus óculos de sol são feitos de algo mais forte do que o plástico. Para projetar os óculos, as camadas de denim são pressionadas nos moldes, obrigando o material a ficar no lugar e um par de óculos de sol passa por um processo de duas semanas.

              As lentes de seus óculos de sol vêm da “Zeiss”, uma empresa bem conhecida por seu produto de qualidade superior. A mais recente coleção de óculos de sol chamado de “Worn” (algo como “gasto” em português) são feitos inteiramente usando jeans velho e a mão, fazendo com que todos os óculos de sol sejam totalmente exclusivos.

              +¦culos j +¦culos

              Compartilhe:

                mini_fluid_fashion-1-916x644-1

                 

                 

                 

                 

                 

                 

                 

                 

                 

                 

                 

                 

                 

                 

                A linha de automóveis MINI lançou uma linha fashion na Pitti Uomo de 2016 em Florença, na Itália. Essa feira é evento chave para o mundo fashion masculino, porém o envolvimento da  MINI tinha como objetivo atrair ambos os sexos.

                O MINI Fluid Fashion Capsule Collection foi criado por cinco designers de nacionalidades distintas. Hien Le (Alemanha), Agi & Sam (Reino Unido), Études Studio (França), Sankuanz (China) e Sunnei (Itália) deram seus toques pessoais nos moletons desenvolvidos pela MINI. O moletom foi escolhido como peça de roupa democrática que poderia ser usada tanto por mulheres quanto homens.

                A coleção exibida no MINI Fluid Fashion Pavilion continha peças de cada um dos designers envolvidos no projeto. Apenas 200 exemplares de cada designer será produzido, fazendo com que as peças tenham uma pegada de exclusividade. Os moletons sem gênero podem ser encontrados apenas na loja online Luisa Via Roma.

                mini_fluid_fashion-2 mini_fluid_fashion-6

                Compartilhe:

                   

                  bota piccadilly

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                   

                  Diante das chuvas de verão que tem afetado os brasileiros, a empresa calçadista Picaddilly desenvolveu a bota city proof repelente a água para enfrentar esse período. Um produto inovador e com estilo, o bota possui uma membrana impermeabilizante localizada entre a parte externa do cabedal e o forro, que protege os pés, impedindo a entrada de água no calçado.

                  Além de pensar na proteção e no bem estar da mulher em momentos de fortes chuvas ou ruas com muitas águas, a Piccadilly também pensou na aparência do produto. A bota não é diferente da aparência de um modelo convencional, principalmente para que ela também seja útil em outras ocasiões. O objetivo foi desenvolver uma tecnologia que ajudasse as mulheres que vivem em cidade de grande incertezas climáticas.

                  A Piccadilly nasceu em 1955 e foi registrada em 1958. A Inglaterra foi o primeiro país fora do Brasil a receber os calçados da marca, em 1968, dando início a um bem-sucedido projeto de exportação. Em 2003 a Piccadilly lança a sua loja online e atualmente é presente em mais de 90 países. A empresa exporta seus calçados para os cinco continentes, se mantendo sempre ligada nas principais tendências internacionais e em tecnologia.

                  Compartilhe:

                    spfw-133-1080x717

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                     

                    A era digital em que vivemos hoje em dia tem tornado tudo acessível e para todos e, por conta disso, o modelo de desfiles, focado para a indústria, não tem funcionado mais. Em fevereiro deste ano, a Burberry anunciou um novo posicionamento em relação aos desfiles de sua marca: as roupas desfiladas estarão à venda para seus clientes no fim do desfiles, tornando os fashion shows focados para o consumidor.

                    O motivo dessa mudança é que as roupas desfiladas ficavam disponíveis para compra somente seis meses após elas terem sido apresentadas, postadas nas redes sociais e com os clientes desejando elas. Por exemplo: no início desse ano, foram apresentadas as coleções de Alta Costura e de Prêt-a-Porter do inverno 2017 nos principais polos internacionais da moda (Nova York, Paris, Milão e Londres), só que essas cidades ainda estão vivendo o inverno de 2016, com as suas coleções apresentadas no ano passado. E elas ainda terão o verão 2016. Com isso, a Burberry anunciou a sua mudança, visando a necessidade do consumidor, que quer possuir tudo para ontem!

                    O mesmo acontece no Brasil, só que invertido. Em abril vai começar o SPFW e as outras semanas nacionais, com as tendências para o verão 2017, só que nós ainda temo todo o inverno pela frente. Por conta disso e diante dessa mudança internacional, que outros designers também passaram a adotar, o Brasil, a partir de 2017, também terá um novo calendário oficial da moda, com as edições do SPFW ocorrendo em fevereiro e em julho, sem estação específica. A próxima edição, que ocorre entre 25 e 29 de abril, já sem estação, deixará cada marca trabalhar da forma que desejar.

                    O ideal é que no ano que vem as coleções desfiladas estejam nas lojas em pouco tempo, com showrooms realizados para os compradores para facilitar a distribuição e com a antecedência necessária. Este movimento, liderado pela Semana de Moda de Nova York, procura a adaptação da nova realidade do consumo, que possui o conceito “see now, buy now”.

                    Compartilhe: