O Riocentro a "casa" da Fenin Fashion Rio de Alto Verão (imagem: divulgação)

O Riocentro a “casa” da Fenin Fashion Rio de Alto Verão (imagem: divulgação)

Enquanto o novo formato do Fashion Rio (adiado pela terceira vez) não saí (o grupo responsável por repensar o futuro da moda carioca é liderado por Oskar Metsavaht, da Osklen) e o Salão Bossa Nova (união dos salões Fashion Business e Rio-à-Porter) ainda não aconteceu este ano, outros estados veem um enorme potencial criativo na capital carioca, como é o caso do gaúcho Julio Viana. O empresário até a próxima quinta (30) é o comandante da Fenin Fashion-Rio, no Riocentro. Focada na venda, a feira acontece com 150 expositores, entre as cariocas Afghan, Blue Man, Limits, Shop 126, entre outras, distribuídas 20 mil m² com os lançamentos das coleções de Verão 2016.

“Já organizo a feira há 19 anos, em estados como São Paulo e Rio Grande do Sul. Mas esta será a primeira vez no Rio. Não realizamos o evento antes na cidade porque não tinha razão, já que existiam dois grandes salões. Não tem lugar melhor para falar de alto-verão do que o Rio. Até porque aqui é calor quase que o ano inteiro”, conta Julio Viana, que espera movimentar R$ 400 milhões em vendas nos três dias. E completa “Estou trazendo mais de 2.500 lojistas, a maioria das regiões Norte e Nordeste. Mas iremos receber bem mais gente”.

A estilista Sharon Azulay, da Blue Man, conta que decidiu participar da primeira edição da feira, no Rio de Janeiro, para “dar a cara para ver o que acontece”. Para ela, atualmente, o lugar para fazer negócios é Minas. “Meu objetivo é ir atrás dos clientes de atacado que ainda não fecharam a compra. Mas, por incrível que pareça, crescemos 4% em relação ao ano passado. Biquíni é a única coisa que o brasileiro leva na mala”, conta.

 

Já Ester Feldman, da Afghan, pretende alavancar o volume de negócios fechados. “A Afghan está muito feliz de participar dessa primeira edição da feira, é uma chance de estar em contato com novos compradores. Somos uma marca carioca e acreditamos que devemos apoiar os eventos de moda no Rio”, finaliza.

 

Compartilhe:

    A Afghan lança coleção Verão 2013 no Fashion Business, ocupando o maior stand da feira, que deve receber este ano mais de 70 mil visitantes. A coleção Vetro – Verão 2013 foi buscar inspiração na arte feita em vidro. Dos Cristais Murano, das transparências e da variação de cores e formas, surge uma coleção de estampas geométricas que remetem a fragmentos de cristais. A transparência, vêm os tecidos fluidos como cetim e voil de seda. Dos fenômenos ópticos, geraram estampas caleidoscópicas.

    Coleção Vetro Afghan 2013

    Com intuito de imprimir a linguagem das obras de arte nas peças, a Afghan traduziu em tecidos a leveza dos vidros e cristais brincando com superfícies lisas e texturizadas. A coleção segue o shape da linha A com a cintura deslocada. As saias, protagonistas da temporada, aparecem nos comprimentos mais variados ora com pontas, ora plissadas e por vezes mullet. Já os bordados aparecem nas mangas e nos decotes em forma Y ao lado de estampas espelhadas e beneficiamentos como resinados com foil.

    Coleção Vetro Afghan 2013

     

    Créditos do catálogo

    Modelo: Laís Oliveira (Ten)/Fotógrafo: Eduardo Rezende/Make: Helder Rodrigues (Capa Management)/Styling: Rogerio S/Cenário: Barbara Carauta/Projeto Gráfico: Estúdio Marcia Cabral

    Compartilhe: